Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando Agora
Músicas recentes: Veja as músicas que já tocaram por aqui.

Menina de 14 anos morre após choque elétrico de carregador de celular, no Nordeste - Rádio União FM 101,1 MHtz

Fale conosco via Whatsapp: +55 86 995938099

No comando: PANORAMA 101- COM LCASTRO

Das às

No comando: TOP SHOW- COM EVANDRO SILVA

Das às

No comando: MESA REDONDA- COM ODILON PARENTE

Das às

No comando: SÁBADO É SHOW- COM IRAPUAN FILHO

Das às

No comando: NOITE TOTAL- COM EDIVALDO RODRIGUES

Das às

No comando: ALÔ UNIÃO- COM MAURO MARLEY

Das 8:00 às 10:00

No comando: BOM DIA UNIÃO – COM LOCUTOR CARDOSO

Das 05:00 às 08:00

No comando: ESTAÇÃO 101 – COM EVANDRO SILVA

Das 10:00 às 12:00

No comando: UNIÃO NOS ESPORTES- COM ONOFRE FILHO & EVANIEL CESAR

Das 12:00 às 12:30

No comando: JORNAL DA 101- COM VICENTE SILVA

Das 12:30 às 13:30

No comando: TARDE MUSICAL- COM JUNIEL SILVA

Das 14:00 às 16:00

No comando: FORROZÃO DA 101- JÚNIOR STONE E ZÉ RULINHA

Das 16:00 às 18:00

No comando: CENTRAL RAGGAE – COM MAURO MARLEY

Das 17:00 às 19:00

Menina de 14 anos morre após choque elétrico de carregador de celular, no Nordeste

Uma adolescente de 14 anos morreu após sofrer um choque elétrico, na tarde desta terça-feira (15), no município de Sousa, no Sertão da Paraíba. De acordo com informações, o fio do carregador do celular estaria descascado e a menina teria sofrido o choque no momento em que tocou no objeto que alimentava o aparelho celular.

Testemunhas afirmaram que Martha Sâmella Alves Figueiredo estava sozinha em casa, com uma irmã mais nova, enquanto os pais trabalhavam. Vizinhos tentaram socorrer a adolescente após ouvirem o choro da criança.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e socorreu a vítima para o Hospital Regional de Sousa, onde recebeu atendimento, mas não resistiu.  O corpo da adolescente foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Cajazeiras, onde a causa da morte será confirmada. O caso segue em investigação.

 

Fonte: Fala Piaui

Deixe seu comentário: